BOYLESVE, René

(Descartes, 1867 – Paris, 1926)


Nome(s) Alternativo(s):

René Tardiveau

Biografia:

Membro da Academia Francesa, frequenta simultaneamente a Faculdade de Direito e a Faculdade de Letras de Paris. Também cursa, por dois anos, a Escola de Ciências Políticas. Colaborador da Revista Ermitage, com cuja fundação contribui, colabora também com os periódicos Plume, Gil Blas e Revue Bleu. Seu primeiro romance, intitulado Médecin des dames de Néans, é publicado por Ollendorf em 1896, recebendo elogio crítico na Revue encyclopédique. Seu segundo livro, Bains de Bade é publicado em uma edição de luxo pela Société d’édition de la Plume em 1897. Nesse mesmo ano, publica pela Ollendorff, o romance Sainte Marie des Fleurs, que é rapidamente traduzido para o italiano. Em 1898 publica o romance Le parfum des Iles Barromées, resultado de suas viagens pela Itália. Em 1899 publica Mademoiselle Cloque e em 1901, na Revue de Paris, o romance La Becquée. Também publica: L’enfant à la balustrade (1903), Le bel avenir (1905), Mon amour (1907), La jeune fille bien élevée (1909), Madeleine jeune femme (1911), Le meilleur ami (1913), Tu n’est plus rien (1917).

Fonte:
CURINIER, C. E. Dictionannarie nacional dês contemporains, 6 tomos, 1901-18.


Título

Volume

Local

Editora

Ano



1